Seja um Franqueado

Junho Vermelho: a cor da solidariedade

A cada ano, o Junho Vermelho se destaca no calendário como um lembrete da importância da doação de sangue. Neste mês, somos todos convidados a contribuir com um ato de amor e solidariedade que pode fazer a diferença na vida de muitas pessoas. A campanha visa aumentar o número de doadores regulares, além de sensibilizar a sociedade sobre a necessidade constante de sangue nos hospitais e centros de saúde. Por que doar sangue? A doação de sangue é um gesto simples, rápido e extremamente seguro que pode salvar até quatro vidas com apenas uma doação. Apesar disso, o número de doadores ainda é insuficiente para atender à demanda crescente dos centros de saúde, especialmente em períodos críticos como feriados prolongados e festas de fim de ano, quando os estoques de sangue tendem a diminuir significativamente. Quem pode doar? A maioria das pessoas em boa saúde, com idade entre 16 e 69 anos e pesando mais de 50 kg, pode doar sangue. No entanto, existem alguns critérios que precisam ser atendidos para garantir a segurança tanto do doador quanto do receptor. É sempre recomendado verificar as diretrizes específicas do hemocentro local antes da doação. Como você pode participar do Junho Vermelho Doando sangue: se você atende aos critérios para doação, considere se tornar um doador este mês; Divulgando a campanha: use suas redes sociais para espalhar a palavra e incentivar amigos e familiares a doarem; Educando: informe-se e compartilhe informações sobre a importância da doação de sangue e como o processo é realizado; Organizando ou participando de eventos: muitos hemocentros e organizações promovem eventos especiais durante o Junho Vermelho para aumentar as doações. Conclusão A campanha Junho Vermelho nos lembra que, através de um ato de solidariedade, podemos ser heróis na vida real. Doar sangue é doar vida, e cada gota conta. Neste mês, vamos nos unir para fazer a diferença e garantir que os bancos de sangue estejam sempre abastecidos, prontos para ajudar quem precisa. Seja um doador e faça parte dessa corrente do bem.

Maio Amarelo: por um trânsito mais seguro

O Maio Amarelo nasceu com a missão de conscientizar a população sobre a segurança viária e diminuir os acidentes de trânsito. Com o lema “Atenção pela Vida”, esta campanha enfatiza a importância de cada indivíduo no combate à violência no trânsito, promovendo ações que visam salvar vidas. Por que Maio Amarelo? A escolha do amarelo remete à sinalização e advertência no trânsito, simbolizando atenção e, mais importante, a necessidade de cautela. Durante o mês de maio, diversas atividades e eventos são organizados com o intuito de promover a educação para o trânsito, engajando governos, empresas, entidades de classe, associações e a população em geral. A realidade dos números Os números são alarmantes: segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 1,35 milhão de pessoas perdem a vida em acidentes de trânsito todos os anos. Esses acidentes são a principal causa de morte de crianças e jovens de 5 a 29 anos de idade. O Maio Amarelo busca reverter esse cenário, promovendo um trânsito mais seguro para todos. Como você pode contribuir? Eduque-se e aos outros: informar-se sobre as leis de trânsito e compartilhe esse conhecimento;Pratique a direção defensiva: esteja sempre atento às condições do trânsito, prevendo situações de risco;Respeite os limites de velocidade: a velocidade adequada salva vidas, reduzindo o risco de acidentes graves;Use o cinto de segurança: este simples ato pode ser decisivo para minimizar lesões em caso de acidente;Não dirija sob o efeito de álcool ou drogas: substâncias psicoativas comprometem seriamente a capacidade de condução;Respeite os pedestres e ciclistas: todos compartilham a via, e a prioridade deve ser sempre a vida. Conclusão O Maio Amarelo é um convite à reflexão e à ação por um trânsito mais seguro. Ao adotarmos comportamentos responsáveis, estamos protegendo nossas vidas, e também daqueles ao nosso redor. Neste mês de maio, vamos nos unir para promover uma mudança positiva, reforçando a mensagem de que a segurança no trânsito é responsabilidade de todos. Juntos, podemos fazer do trânsito um espaço mais seguro.

Abril Verde: Mês da conscientização da Saúde Física e Mental no ambiente de Trabalho.

O Abril Verde é uma iniciativa que ressalta a importância da prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Através dessa campanha, busca-se chamar a atenção para a necessidade de um ambiente de trabalho seguro, que proteja a saúde física e mental dos trabalhadores. Empresas e organizações são incentivadas a adotar políticas de segurança eficazes, realizar treinamentos e campanhas de conscientização, e cumprir rigorosamente as normas de segurança e saúde ocupacional. A ideia é criar uma cultura de prevenção, onde cada trabalhador se sinta responsável pela sua segurança e pela dos seus colegas. Como participar da campanha de Abril Verde? Engajar-se na campanha pode começar com gestos simples, como informar-se e compartilhar informações confiáveis sobre saúde e segurança no trabalho. No ambiente de trabalho, você pode propor a realização de atividades de conscientização e verificar se as normas de segurança estão sendo cumpridas. Conclusão É importante ressaltar que a conscientização sobre saúde mental no local de trabalho está se tornando cada vez mais crucial. Estudos mostram que problemas como estresse e ansiedade podem afetar significativamente o desempenho no trabalho e a satisfação do funcionário. Portanto, promover um ambiente de trabalho que cuide não apenas da saúde física, mas também da saúde mental dos trabalhadores é essencial para o bem-estar geral. Além disso, a participação ativa na campanha de Abril Verde pode incluir o compartilhamento de experiências pessoais sobre saúde e segurança no trabalho, bem como o incentivo à implementação de programas de bem-estar abrangentes nas empresas. Isso pode incluir acesso a serviços de aconselhamento, programas de gerenciamento de estresse e a promoção de uma cultura de apoio entre os colegas de trabalho. Portanto, ao participar da campanha de Abril Verde, estamos não apenas protegendo a nós mesmos e aos nossos colegas de lesões físicas, mas também reconhecendo e abordando a importância da saúde mental no local de trabalho. Juntos, podemos criar ambientes de trabalho mais seguros, saudáveis e inclusivos para todos. O Abril Verde visa construir uma sociedade mais segura. Ao nos educarmos e agirmos, cada um de nós pode fazer a diferença no ambiente de trabalho. Neste abril, vamos nos unir para promover a saúde e a segurança.

Março Azul Marinho: Mês de Conscientização sobre o Câncer Colorretal

O Março Azul Marinho é uma campanha de conscientização focada na prevenção e no combate ao câncer colorretal, um dos tipos de câncer mais comuns tanto em homens quanto em mulheres. Essa iniciativa visa informar sobre os riscos, sintomas e métodos de prevenção dessa doença, além de quebrar tabus e encorajar as pessoas a realizarem exames regulares. O que é o câncer colorretal? O câncer colorretal afeta o cólon e o reto, partes do nosso sistema digestivo. É um dos tipos de câncer mais diagnosticados mundialmente, mas, quando detectado precocemente, as chances de tratamento e cura são significativamente altas. Sintomas Os sintomas podem incluir mudanças nos hábitos intestinais, sangue nas fezes, dor abdominal persistente, perda de peso sem causa aparente e sensação de que o intestino não esvazia completamente. A ocorrência de qualquer um desses sinais deve ser um alerta para buscar avaliação médica. Prevenção e detecção precoce A prevenção passa por manter um estilo de vida saudável, com dieta rica em frutas, vegetais e fibras, além da prática regular de exercícios físicos. Evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool também são medidas preventivas importantes. A detecção precoce é fundamental e pode ser feita através de exames de rastreamento, como a colonoscopia, recomendada a partir dos 50 anos ou antes, dependendo do histórico familiar e de fatores de risco individuais. A importância da campanha Março Azul Marinho A campanha Março Azul Marinho desempenha um papel muito importante na educação da população sobre o câncer colorretal. Promove a conscientização sobre a importância dos exames de rastreamento regulares e estimula a adoção de hábitos de vida saudáveis. Além disso, busca apoiar as pessoas afetadas pela doença, oferecendo informações sobre tratamentos e cuidados, e fomentando uma rede de apoio que inclui familiares, amigos e profissionais de saúde. Como você pode contribuir Participar da campanha Março Azul Marinho pode ser tão simples quanto informar-se e disseminar conhecimento sobre o câncer colorretal. Compartilhe informações confiáveis em suas redes sociais, participe de eventos de conscientização e, se possível, engaje-se em atividades de apoio a pacientes e famílias afetadas. Informe-se, cuide de si mesmo e dos outros, e contribua para espalhar uma mensagem de saúde e esperança.

Cuidado : A dengue pode te pegar

A dengue é uma doença grave que pode levar à morte se não for tratada adequadamente. Ela é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti🦟🦟, que se reproduz em locais com água parada. Por isso, é muito importante prevenir a dengue eliminando os possíveis criadouros do mosquito e protegendo-se das picadas. **Para prevenir a dengue, siga estas dicas:**😉 Se você apresentar sintomas como febre alta, dor no corpo e nas articulações, dor atrás dos olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas na pele, procure um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados. Não tome remédios por conta própria, pois eles podem agravar o quadro da doença.🤕 Lembre-se: a dengue pode matar, mas pode ser evitada com a sua colaboração 🙏. Faça a sua parte e compartilhe esta mensagem com seus amigos e familiares. 🏆Juntos, podemos combater o mosquito e proteger a nossa saúde. 👊💪💙🧡 Fonte: G1/BRH/Tua Saúde #brazilhealth#prevencao#dengue

Fevereiro Roxo – Mês de conscientização de doenças como o Alzheimer, Fibromialgia e a Endometriose

Fevereiro é um mês marcado por uma campanha de conscientização sobre três condições de saúde: endometriose, fibromialgia e mal de Alzheimer. Essas doenças afetam milhões de pessoas ao redor do mundo, impactando não apenas os diagnosticados, mas também seus familiares. A conscientização é o primeiro passo para a compreensão, apoio e busca por tratamentos eficazes. Endometriose: A endometriose é uma condição em que o tecido semelhante ao revestimento do útero cresce fora dele, causando dor significativa, especialmente durante o período menstrual. Além da dor, a endometriose pode levar a problemas de fertilidade, tornando-se uma questão crucial de saúde reprodutiva. A falta de conscientização e o diagnóstico tardio são desafios constantes, com muitas mulheres sofrendo por anos antes de obterem uma resposta. A conscientização sobre a endometriose é vital para encorajar as mulheres a buscarem ajuda mais cedo e impulsionar a pesquisa por tratamentos mais eficazes. Fibromialgia: A fibromialgia é caracterizada por dor crônica generalizada, fadiga e sensibilidade em pontos específicos do corpo. Muitas vezes, é acompanhada por distúrbios do sono, problemas de memória e alterações de humor. A condição é notoriamente difícil de diagnosticar, pois os sintomas se sobrepõem a várias outras condições. Sua conscientização serve para ajudar os pacientes a receberem o reconhecimento e o tratamento adequado, melhorando significativamente sua qualidade de vida. Mal de Alzheimer: O mal de Alzheimer, a forma mais comum de demência, destrói a memória e outras funções mentais importantes. A condição é progressiva, com o declínio cognitivo gradualmente interferindo nas tarefas diárias do indivíduo. A conscientização sobre o mal de Alzheimer ajuda na detecção precoce e no cuidado efetivo. Apoiar a pesquisa e compreender os sinais de alerta pode levar a melhores estratégias de manejo e apoio aos pacientes e cuidadores afetados pela doença. Por que a conscientização é importante? A conscientização dessas condições promove um ambiente de empatia e apoio, incentivando as pessoas a buscarem ajuda médica e apoio psicológico quando necessário. A educação sobre essas doenças pode desmistificar estigmas, promover a compreensão pública e impulsionar a pesquisa para novas terapias. Como você pode ajudar Conclusão Fevereiro, como mês de conscientização sobre a endometriose, fibromialgia e mal de Alzheimer, nos lembra da importância de falar sobre essas condições, promover a compreensão e apoiar aqueles que são afetados por elas. Juntos, podemos fazer a diferença na vida de milhões de pessoas, promovendo uma comunidade mais informada e empática.

Janeiro Branco — Mês de Conscientização da Saúde Mental

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo realiza suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, trabalhar de forma produtiva e é capaz de contribuir para a sua comunidade.  Janeiro Branco é uma campanha iniciada no Brasil, em 2014. Onde o mês é dedicado à conscientização sobre a saúde mental, um tema de vital importância, mas ainda cercado de estigmas e desinformação.  O que é saúde mental? A saúde mental envolve nosso bem-estar emocional, psicológico e social.  Ela afeta como pensamos, sentimos e agimos, influenciando nossa capacidade de lidar com o estresse, superar desafios, interagir com as pessoas e tomar decisões.  Ter uma boa saúde mental é essencial para levar uma vida equilibrada e satisfatória. Por que a saúde mental é importante? A saúde mental é tão importante quanto a saúde física, mas frequentemente é negligenciada ou mal compreendida.  Problemas como depressão, ansiedade, transtornos de humor e muitos outros, podem afetar profundamente a qualidade de vida de uma pessoa.  Consequências do descuido com a saúde mental Desmistificando estigmas Um dos grandes desafios na promoção da saúde mental é a quebra de estigmas.  Muitas vezes, pessoas que sofrem com problemas de saúde mental não são compreendidas e enfrentam diversos preconceitos.  O Janeiro Branco busca combater esses estigmas, promovendo um diálogo aberto e informado sobre o tema. Como participar do Janeiro Branco? O Janeiro Branco é um lembrete anual da importância de cuidar da nossa saúde mental. Reconhecer os sinais de problemas de saúde mental e buscar ajuda é fundamental.  Este mês é um convite para refletir sobre nossas próprias necessidades de saúde mental e para apoiar os outros em sua jornada de bem-estar mental.  Lembre-se, cuidar da saúde mental é cuidar de todos os aspectos da nossa vida.

Dezembro Laranja — O mês de conscientização do câncer de pele

O dezembro laranja é uma campanha criada em 2014, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, para conscientizar a população sobre o câncer de pele, o tipo de câncer mais comum no Brasil. Com a chegada do verão, os casos de câncer aumentam ainda mais, devido ao excesso de exposição solar e à falta de cuidados com a pele. Por isso, a campanha do dezembro laranja traz mais informações para a população se cuidar e diminuir o surgimento da doença. O que é câncer de pele? O câncer de pele é um tumor maligno que se desenvolve nas células da pele, causado pelo crescimento descontrolado de células. Uma pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que são esperados 704 mil novos casos da doença a cada triênio entre 2023 e 2025. Existem dois principais tipos de câncer de pele: Melanoma  Esse é o tipo de câncer de pele mais agressivo, mas também é o menos comum. É caracterizado pelo aparecimento de pintas, manchas e outros sinais na pele. Quando descoberto em estágio inicial, existem boas chances de tratamento e cura. Já em estágio avançado, a doença se espalha para camadas mais profundas da pele e para outros órgãos, o que é chamado de metástase. Não-melanoma O tipo de câncer não-melanoma é o mais comum e menos agressivo. Ele é caracterizado por feridas que não cicatrizam, que podem coçar e até sangrar. Ele também aparece em locais onde há menos exposição ao sol como pernas, orelhas, nariz e braços. Além disso, ele pode ser dividido em dois tipos, são eles: Quais os primeiros sintomas do câncer de pele? Os sintomas do câncer podem variar de acordo com o tipo de doença e o estágio. Mas, no geral, os sinais mais comum incluem: Ao perceber qualquer um desses sintomas, procure imediatamente um profissional da saúde para confirmar o diagnóstico e dar início ao tratamento. Fatores de risco Qualquer pessoa está sujeita a desenvolver o câncer de pele. No entanto, existem alguns fatores que aumento o risco de surgir a doença, como: Cuidados com a pele no verão Durante o verão, é importante adotar alguns cuidados para proteger a pele. Os cuidados incluem: Lembrando que esses cuidados com a pele devem ser adotados em qualquer período e não somente no verão. Como diagnosticar o câncer de pele? Como dissemos, o principal objetivo do mês laranja é conscientizar a população do câncer de pele e a importância do diagnóstico precoce, pois, assim, há maiores chances de tratamento e cura. Por isso, é importante examinar o corpo com frequência a fim de identificar se há o surgimento de pintas ou manchas, alteração de cor e formato. O câncer de pele é uma doença grave, mas que pode ser prevenida e tratada quando diagnosticada cedo. Tome os cuidados necessários para proteger sua pele do sol e faça o autoexame regularmente em busca de sintomas. A doença pode ser vencida, principalmente, quando trabalhamos juntas para combatê-la!

Novembro Azul – Conscientização e Prevenção do Câncer de Próstata

O novembro azul é mês do combate ao câncer de próstata e tem o objetivo de divulgar informações sobre o câncer, falar sobre os sintomas, opções de tratamento e quebrar os tabus que envolvem a doença. Essa iniciativa surgiu em 2003 em Melbourne, Austrália por meio de dois amigos, Luke Slattery e Travis Garone. Em uma brincadeira, eles queriam saber se ficariam bem de bigode e então decidiram deixá-lo crescer e conscientizar a população sobre a saúde masculina. Durante esse mês, as mulheres eram incentivadas a usar roupas azul em apoio a campanha, por isso, a cor azul se tornou o símbolo da luta contra o câncer de próstata. A escolha do mês de novembro se deu porque no dia 17 é comemorado o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata. Sendo assim, o que nasceu como uma brincadeira, virou uma campanha mensal para encorajar os homens a realizarem o exame e cuidarem da sua saúde. No ano seguinte, surgiu a Movember Foundation – junção da palavra moustache (bigode) e november (novembro) – uma organização sem fins lucrativos que arrecadava fundos para combater a doença. Ao longo dos anos, a campanha atraiu mais apoiadores e se expandiu para mais de 20 países, chegando ao Brasil em 2008, através do Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia. Atualmente, o novembro azul é marcado por movimentos que divulgam os sintomas do câncer de próstata, conscientizam a população sobre os riscos e incentivam os homens a deixarem o preconceito de lado e realizar o exame. O que é o câncer de próstata? O câncer de próstata é um tumor que atinge a próstata, um órgão que faz parte do sistema reprodutor masculino. Esse câncer é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele. O aumento de casos da doença está diretamente ligado ao preconceito na realização do exame, que envolve o toque retal e, portanto, muitos homens se recusam a realizá-lo. Portanto, um dos principais objetivos do novembro azul é conscientizar a população e quebrar tabus e preconceitos que envolvem o exame de toque. Fatores de risco Alguns dos fatores que aumentam o risco do aparecimento do câncer de próstata são: Sinais e sintomas Na fase inicial do câncer, a maioria dos homens não apresenta nenhum sintoma. Porém, quando os sintomas começam a aparecer, a doença já está bem avançada, dificultando o tratamento. Os sintomas mais comuns na fase avançada são: Importância da realização do exame A recomendação médica é que os exames de próstata sejam iniciados aos 50 anos, ou aos 45 anos, no caso de o paciente ter algum histórico de câncer na família. A doença é altamente perigosa, pois, no seu estágio inicial, não há presença de nenhum sintoma, então, quando é descoberta já está em estágio avançado sendo mais difícil realizar o tratamento. Quando o diagnóstico é feito no início, há maiores chances de tratar a doença, através de radioterapia ou cirurgia, conforme a recomendação de um especialista. Para diagnosticar o câncer são feitos exames como o toque retal ou o exame de sangue – PSA (Antígeno Prostático Específico). O exame preventivo é essencial para determinar a presença da doença e apontar o diagnóstico correto. Fazer o exame com frequência é uma forma de evitar a doença ou detectá-la no estágio inicial, aumentando as chances de combater o câncer. A luta contra o câncer não é impossível de ser vencida. Por isso, é importante consultar um médico regularmente e não ter medo de fazer o exame. Lembre-se, se cuidar é um ato de amor!

Outubro Rosa – Conscientização e Prevenção do Câncer de Mama

O mês de outubro é conhecido pela cor rosa, simbolizando a campanha contra o câncer de mama e recentemente também abrangendo o câncer de colo de útero.  Essa campanha começou no ano de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, quando foi distribuído o laço cor-de-rosa (símbolo da campanha) para os participantes da primeira Corrida pela Cura, buscando a promoção da conscientização sobre a doença e redução da mortalidade. Até os dias atuais, a campanha visa divulgar informações sobre o câncer de mama, como a prevenção e diagnóstico precoce, ajudando a proporcionar um maior acesso aos serviços de tratamento e diagnóstico. O que é o câncer de mama?Consiste na multiplicação desordenada de células anormais no seio, formando assim um tumor maligno. Normalmente ocorre em mulheres, principalmente após os 45 anos. Fatores de riscoO câncer é causado por uma alteração genética, que pode ser estimulado por condições agravantes, tanto endócrinas, hereditárias e comportamentais, como menarca precoce ou tardia, obesidade, ingestão de bebida alcoólica, hereditariedade, entre outros. Sinais e sintomasEntre os principais sinais e sintomas estão o nódulo palpável na mama, nódulos cervicais ou na axila, dor ou inchaço nas mamas, pele avermelhada ou retraída e alterações no mamilo (saída anormal de secreção ou inversão do mamilo). Importância da mamografiaEsse exame ajuda na detecção precoce do câncer, reduzindo assim os índices de mortalidade da doença. Ela é realizada por raio-X, através de uma máquina denominada mamógrafo, podendo mostrar a existência de lesões benignas e cânceres no estágio inicial. É recomendado que ele seja realizado anualmente após os 40 anos, porém o exame poderá ser pedido até antes ou com maior frequência, dependendo do histórico familiar e médico. O acompanhamento de um especialista é essencial para que haja uma detectação precoce e um tratamento eficaz. A luta contra o câncer de mama pode ser vencida, principalmente quando estamos todos juntos em um esforço coletivo. Devemos continuar lutando, apoiando e educando, até que a batalha contra o câncer de mama seja vencida.